5 fatos sobre o sétimo dia de Pessach / A Nota Diária / Sivan Rahav-Meir:

1. No primeiro dia de Pessach, celebramos o Êxodo do Egito, na noite do Seder. No último dia conhecido como “sétimo de Pessach”, que começa esta noite, a divisão do Mar Vermelho é celebrada.

2. Nossos comentaristas explicam que até a divisão do Mar Vermelho as pessoas não eram completamente livres. O Êxodo foi o começo, mas somente depois que nossos ancestrais cruzaram o mar e se separaram para sempre dos egípcios que os perseguiam – eles realmente começaram a ser livres.

3. Diante da nova e feliz realidade, depois de cruzar o mar – o povo não falava, ele cantava. Existem coisas edificantes que apenas a poesia e o cântico expressam. Os filhos de Israel expressaram sua fé e alegria no “Cântico do Mar”, que é recitado nesse dia.

4. Os sábios nos dizem que nem todos estavam cheios de agradecimento e alegria. Esta é uma situação familiar, infelizmente. Havia muitas vozes de desespero e perda de esperança então, e havia até mesmo um grupo que queria voltar para o Egito. Seja amargo e sem sentido.

5. Em muitos livros está escrito que vale a pena rezar durante o feriado pela “abertura do Mar Vermelho”, em todas as áreas de nossas vidas. É um feriado que nos lembra que mesmo quando parece não haver saída, quando tudo é opressor e sufocante – conseguimos sair de situações mais difíceis no passado. A realidade sempre pode surpreender e mudar para melhor em um curto espaço de tempo. Pense, por exemplo, em como era nosso feriado da Pessach no ano passado.

Shabat Shalom e Chag Sameach!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *