A revolução do próximo dia

Aqui está uma explicação do que há de tão especial sobre Shavuot: Normalmente, sabemos como nos unir diante de um inimigo externo. Quando se trata de terrorismo ou guerras – nós nos destacamos em solidariedade. Até mesmo uma crise de saúde como a corona nos atingiu a todos juntos. É claro que é emocionante e importante nos unirmos em face do ataque assassino do Hamas, mas o status do Monte Sinai anunciou uma revolução. Ele nos elevou a um novo nível de unidade.

Pela primeira vez, não fugimos de ninguém, mas aceitamos alegremente nossa identidade. Não nos amontoamos um ao lado do outro por causa dos nazistas, antissemitas ou qualquer outra ameaça, mas escolhemos estar juntos e receber os Dez Mandamentos: desde honrar os pais e o Shabat, até “Não roubar” e “Não Matar. ” Esta não é uma definição da forma negativa, mas da forma positiva. Não do que tenho medo, mas do que quero ser. Estamos agora experimentando com grande intensidade o primeiro tipo de unidade. Em Shavuot, é possível ascender ao estágio superior – unidade em torno de nossa história comum. Chag Sameach e tranquila.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *