Agradecer 

Tradução: Gladis Berezowsky e Yeshayahu Fuks

Fui ao Muro das Lamentações esta semana e vi multidões chegando, após o ano corona, para rezar junto. De repente, pensei sobre o seguinte: mais de 800.000 israelenses adoeceram de Corona e se recuperaram. Eles deveriam recitar a bênção de HaGomel (bênção especial recitada em agradecimento se ter escapado de um perigo de vida)? E por que não fazer uma oração de agradecimento em massa no Muro das Lamentações, para todos? E talvez isso também devesse ser transmitido para o exterior, para quem se recuperou ou está doente, para quem está com saudades e não pode entrar no país? Propus essa ideia para a diretoria da Fundação do Patrimônio do Muro das Lamentações, e provavelmente será implementada em breve.

A ideia de expressar gratidão após uma crise aparece na parashá desta semana, que fala da oferenda de agradecimento. É um sacrifício feito por aqueles que voltaram de uma longa jornada, aqueles que foram libertados da prisão e aqueles que se recuperaram de uma doença. Hoje, em tais situações, faz-se a brachá de “HaGomel”. A intenção é educar-nos para estarmos atentos à realidade e sabermos agradecer. Se mais de 3 milhões de pessoas no mundo morreram de corona e você se recuperou – agradeça. Se você ouvir notícias sobre a situação na Índia e pode ir a um café em Israel – agradeça. Eis o que Rabino Nachman de Breslav escreveu sobre isso: “Hoje, quando não há a oferenda de agradecimento (korban toda), deve-se agradecer oralmente, com todo o coração e imensa alegria. No futuro, todas as oferendas são canceladas. No futuro, restará apenas a oferenda de agradecimento. Para contar como tudo virou de forma positiva, e narrar como cada um sofreu o que sofreu, e como a tristeza e os suspiros – tornaram-se, ao fim, alegria e felicidade. “

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *