Carta de Kiev

Ina Markovich, a rabanit de Kiev, capital da Ucrânia, me escreveu esta noite:

“Olá Sivan, meu marido foi oficial da Força Aérea de Israel por 12 anos, quando decidimos ir em missão para Kiev, com nossos sete filhos. Hoje, meu marido é o Rabino-chefe de Kiev, e estamos em missão há 21 anos. Tínhamos uma comunidade ativa e bem-sucedida aqui, até há cerca de um mês. A maioria das pessoas ricas de Kiev deixou o país. Os que permanecem são principalmente os idosos (a pensão que se recebe na Ucrânia é de US$ 70 por mês), os doentes, sobreviventes do Holocausto e pessoas carentes. Temos distribuído cada vez mais refeições quentes e cestas básicas, e também somos responsáveis por um jardim de infância para crianças com autismo (o primeiro do país).

Diante dessa situação, não poderíamos deixar tudo e voltar para Israel. Tomamos a decisão de ficar e não deixar essas pessoas em dificuldade por sua própria conta. Esta manhã, quando o bombardeio começou, os judeus começaram a se reunir no prédio da comunidade. Não há abrigos em Kiev e não há instruções sobre como agir em caso de emergência.

Por enquanto, temos colchões e comida suficientes no depósito, para alimentar todos eles, mas sabemos por quanto tempo isso será suficiente. Também contratamos hoje segurança armada, por medo de roubos e saques, porque simplesmente não há polícia. Pela primeira vez, saímos em uma campanha de arrecadação de fundos e, enquanto os alarmes e explosões são ouvidos pela janela, tentamos fortalecer e cuidar daqueles que continuam a chegar ao prédio da comunidade.

Daqui a pouco será Shabat. Não foi assim que pensamos em celebrar o Shabat Mevarchim, no qual é abençoada a chegada dias depois do início do mês de Adar Bet. Ao que Adar começa, se aumenta em alegria. Como se sabe, há um poder especial, no momento em que se acende as velas do Shabat. Gostaria de pedir a cada mulher que vier a ler essas palavras, que nos coloque em suas orações quando for acender as velas. Shabat Shalom, de Kiev.”

Visitas totais 66 , Visitas hoje 2 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *