Levantar a cabeça / A Nota Diária / Sivan Rahav-Meir:

Tradução: Gladis Berezowsky e Yeshayahu Fuks

O casal que se casou ontem e, de repente, ouviu a sirene durante a cerimônia. As crianças que achavam que terminou a corona e se viram novamente na frente do “zoom”. Israelenses do Norte que não param de convidar israelenses do sul para ficar uns tempos com eles. As mães em Lod, que veem pela janela vândalos que queimam seus carros e têm que acalmar as crianças enquanto isso. O administrador de uma sinagoga que chega pela manhã e vê o local profanado. O repórter que relata de lá em lágrimas, sobre os rolos da Torá queimados. Os professores e alunos que descobrem pela manhã que hoje não há escola, porque simplesmente não há escola. Ela foi queimada. O motorista que foi linchado perto de Beer Sheva e não sabia se deveria fugir ou reagir. Fugiu por causa das crianças pequenas no banco de trás. Os policiais e militares que, apesar de tudo, tentam restaurar a ordem e a segurança. Uma sinagoga dos Estados Unidos que ontem distribuiu tehilim (salmos) entre os fiéis, dia e noite, 24 horas por dia, para que sempre um deles orasse por nossa segurança. Famílias em Ramle e Ako (Acre) que foram dormir com um cheiro forte de fumaça entrando pela janela. Operadores do domo de ferro (iron dome). Os bombeiros. Moradores da região central que procuraram ontem, após anos, pela chave do abrigo. Moradores do sul, que vivem essa realidade há anos. Líderes de comunidades, movimentos juvenis, rabinos, voluntários, associações, assistentes sociais, equipes médicas e de emergência. Essa lista ainda é longa. Qualquer um pode adicionar mais nomes e histórias a ele.

“שְׂאוּ אֶת רֹאשׁ כָּל עֲדַת בְּנֵי יִשְׂרָאֵל”, “levantem a cabeça toda comunidade dos filhos de Israel”. Isso é o que foi dito no início da porção da Torá desta semana, porção da Torá Bamidbar. Nossos comentaristas explicam que neste grande censo então realizado, todos deveriam ser contados. Designe e dê a todos um papel e um senso de missão e significado. Todos são importantes, porque estamos escrevendo aqui uma história em comum e eterna. E as palavras “levante a cabeça” também significam “não se deixem abalar”. Quando há uma tarefa em comum, deve-se levantar a cabeça, superar a dificuldade atual, lembrar a importância central do espírito.

Que tenhamos boas notícias!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *