Kashrut

Kashrut, também conhecido como kashrus  (expressão em iídish) é o termo que se refere às leis dietéticas do judaísmo. A comida, de acordo com a halachá (lei judaica), é chamada de kasher (kosher em iídish), do termo hebraico כשר (kasher), que significa “próprio” (neste caso, próprio para consumo pelos judeus, de acordo com a lei judaica). Entre as numerosas leis de kashrut estão proibições sobre o consumo de certos animais (como carne de porco e frutos do mar), misturas de carne e leite, e o mandamento de abater mamíferos e aves de acordo com um processo conhecido como shechita. Existem também leis referentes a produtos agrícolas que podem afetar a adequação de alimentos para o consumo.

No último século, muitas organizações rabínicas começaram a certificar produtos, fabricantes e restaurantes como kosher, geralmente usando um símbolo (chamado hechsher) para indicar sua supervisão.

Rotulagem

Embora a leitura do rótulo de produtos alimentícios possa identificar os ingredientes obviamente não kosher, alguns países permitem que os fabricantes omitam a identificação de certos ingredientes. Tais ingredientes “ocultos” podem incluir lubrificantes e aromatizantes, entre outros aditivos; em alguns casos, por exemplo, o uso de aromas naturais, esses ingredientes são mais provavelmente derivados de substâncias não kosher. Além disso, certos produtos, como o peixe, têm uma alta taxa de rotulagem errônea, o que pode resultar na venda de um peixe não kosher em uma embalagem rotulada como espécie de peixe kosher.

Produtores de alimentos e aditivos alimentares podem entrar em contato com autoridades religiosas judaicas para ter seus produtos certificados como kosher: isso envolve uma visita às instalações de fabricação por um Rabino ou um comitê de uma organização rabínica, que inspecionará os métodos e conteúdo de produção, e se tudo estiver dentro dos padrões da lei judaica , um certificado será emitido.

Às vezes, os fabricantes identificam os produtos que receberam essa certificação, adicionando símbolos gráficos específicos ao rótulo. Esses símbolos são conhecidos no judaísmo como hechsherim.

No ícone de cada pais segue alguns hechsherim para identificação. Cada um deve consultar seu Rabino para saber o nível de kashrut de cada hechsher.