Integrando a Kehila judaica do Brasil & Israel.

O site ainda encontra-se em fase de implementação, portanto ele ainda está sujeito a constantes atualizações e melhorias.
Por favor nos comunique caso verifique algum problema de má funcionalidade. E enquanto isso, sinta-se à vontade para verificar nossa seção de notícias, avisos, empregos entre outras páginas que já estão em funcionamento.

10 Heshvan 5782 (16/10/2021)

Interagindo a Kehila judaica brasileira do Brasil & Israel.

Seu cantinho de informações, dicas, crescimento, aprendizado e muito mais!

 1 visitantes no nosso site,  1 Visitas hoje

Seu cantinho de informações, dicas, crescimento, aprendizado e muito mais!

O dia em que Leonard Cohen ajudou Israel vencer a Guerra

O dia em que Leonard Cohen ajudou Israel vencer a Guerra

https://facebook.com/100063790597465/posts/251046747031677/

Leonard C. foi um dos mais influentes artistas do século 20. Nasceu em 1934, em Westmount, subúrbio afluente na ilha de Montreal, numa florescente comunidade judaica. Neto e bisneto de Rabinos que fugiram dos Pogroms na Lituânia, Leonard e a família Cohen eram super sionistas, e acreditava que os judeus poderiam um dia voltar ao seu Lar.

Quando a Guerra de Yom Kipur eclodiu em 1973, Leonard soube do ataque a Israel e rapidamente partiu para Tel Aviv.  

Acidentalmente, encontrou em um café um homem chamado Levi que o reconheceu. Cohen lhe disse que sentiu um chamado, que não podia ficar longe de Israel, e tinha vindo assim que soubera do ataque contra Israel. Não sabia por que, nem o que faria ao chegar. Mas tinha que vir.

Levi lhe respondeu que sua mera presença, em meio à guerra, faria milagres para o moral dos soldados, e que ele o levaria até eles nas bases militares e até várias frentes de batalha.

A primeira parada foi numa base, onde foi improvisado um palco. Quando Levi apresentou então anunciou o convidado especial, Leonard Cohen, inicialmente ninguém aplaudiu, pois ninguém acreditou que fosse verdade. O silêncio se manteve quando Leonard entrou, mas foi subitamente rompido pelos aplausos de soldados exaustos. Aquele momento o transformou. Assim que o show acabou, pegou sua guitarra e escreveu uma nova canção: “Lover, Lover, Lover.”

No segundo show daquele dia, ele apresentou ao público a sua nova música. E os versos diziam: “E que o espírito desta canção, que possa alçar-se puro e livre, que possa ser um escudo para vocês. Um escudo contra o inimigo”…
Leonard estava incansável e manteve um ritmo intenso de apresentações, até oito por dia, durante quase três meses. Em alguns locais, cantou de pé, com um soldado segurando uma lanterna para permitir que vissem seu rosto.

Sua passagem por Israel acabou virando uma turnê às avessas, demonstrando sua admiração e incentivo aos soldados que lutavam por nós.
Baseada no poema “Unetaneh Tokef ” da tradição judaica, surgiria a canção “Who by Fire”, incluída no álbum New Skin for the Old Ceremony, a ser lançado em 1974.

Crédito: OyVeyGram