Integrando a Kehila judaica do Brasil & Israel.

O site ainda encontra-se em fase de implementação, portanto ele ainda está sujeito a constantes atualizações e melhorias.
Por favor nos comunique caso verifique algum problema de má funcionalidade. E enquanto isso, sinta-se à vontade para verificar nossa seção de notícias, avisos, empregos entre outras páginas que já estão em funcionamento.

10 Heshvan 5782 (16/10/2021)

Interagindo a Kehila judaica brasileira do Brasil & Israel.

Seu cantinho de informações, dicas, crescimento, aprendizado e muito mais!

 1 visitantes no nosso site,  1 Visitas hoje

Seu cantinho de informações, dicas, crescimento, aprendizado e muito mais!

O Jejum de Guedaliá

O Jejum de Guedaliá

https://www.instagram.com/p/CTnUcyYoZA5/

O dia seguinte a Rosh Hashaná (hoje – 9) é Tzom Guedaliá – Jejum de Guedaliá. O jejum começou ao alvorecer e termina ao cair da noite.
Qual é o significado desse jejum, e por que ocorre durante os dias intermediários entre Rosh Hashaná e Yom Kipur?

A história de Guedaliá:

Após a destruição do Primeiro Templo há 2.500 anos, a maioria do povo judeu foi exilada para a Babilônia. O conquistador, Nabucodonosor, terminou por facilitar algumas de suas restrições mais severas e permitiu que alguns judeus permanecessem na Terra de Israel. Ele chegou a designar um judeu justo, chamado Guedaliá, para administrar o território. Aos poucos, mais judeus que tinham escapado dos horrores da guerra para os países vizinhos começaram a voltar aos seus lares em Israel.

Guedaliá era realista sobre as limitações da soberania judaica. Ele compreendia que para sua auto-preservação, os judeus em Israel precisavam cooperar plenamente com a nação que tinha conquistado o seu país.

Porém esta política de subserviência era intolerável para alguns judeus. Um homem chamado Yishmael ben Netaniah, espicaçado pela inveja e influência estrangeira, promoveu um levante para ignorar o Rei da Babilônia. Em 3 de Tishrei, Yishmael traiçoeiramente assassinou Guedaliá, bem como muitos outros judeus e babilônicos.

Lições do Jejum

– O povo judeu tinha caído a um de seus níveis mais baixos na História. O Templo fora destruído, a maioria dos judeus tinha sido exilada, e tudo parecia desesperador. Porém D’us mudou esta situação desesperada e fez com que o justo Guedaliá fosse nomeado. Porém Guedaliá foi assassinado por um judeu e toda a esperança se perdeu.

– Quando um judeu mata outro, é uma enorme tragédia, terrível, que pode ter enormes repercussões históricas. Não há desculpas para tal violência. Temos diferenças filosóficas e políticas? Devemos resolvê-las com calma e tolerância. É a única maneira aceitável.

Fonte: Chabad Org

Notícias de Israel By Dovi