Quando a vida começa?

Na porção da Torá que acabamos de ler no Shabat, tanto Avraham Avinu quanto Sarah Imeinu falecem após uma vida de intensa atividade. O Rabino Yoel Spitz se lembrou do que ele ouviu na 10ª série do Rabino Adin Steinsaltz sobre o assunto de gerenciamento de tempo:
“Certa vez, um aluno perguntou ao rabino como o que estudamos no colégio pode nos preparar para a vida. No momento em que as palavras ‘preparar para a vida’ foram pronunciadas, uma faísca se acendeu nos olhos do rabino e ele disse:
‘Olha, sua pergunta é construída sobre a noção generalizada de que a escola prepara você para a vida. Mas eu quero perguntar a você: quando exatamente a ‘vida’ – para a qual você está se preparando – começará? ‘ Os alunos responderam que talvez depois de deixar a yeshiva, ou depois do casamento, ou depois de sair para trabalhar. O rabino ouviu e disse: ‘Se você se sentar e esperar que a vida comece, você nunca experimentará a vida. A cada estágio você descobrirá que deseja apenas terminar aquele estágio e só então começar a ‘vida’. Muito rapidamente vocês se verão com crianças enquanto tentam prepará-los para sua ‘vida’ e, aos 60 anos, de repente sentirá falta dos 30 e da ‘vida’ que tinha naqueles dias.
Portanto, valeria a pena você entender e internalizar a ideia de que não faz sentido esperar que a vida comece. A vida está acontecendo agora. Tudo que está acontecendo com você é vida. Uma pessoa precisa viver cada momento como se esse momento – seja difícil, ou bonito, ou neutro – fosse a essência da vida.
Concluindo, o Rabino Yoel escreve: “Naquele mesmo dia, foi como se uma lente no meu coração – através da qual eu tinha visto o mundo – caísse. Saí da sala de aula e disse a mim mesmo: Esta é a vida! Imediatamente a sabedoria chegou: devo decidir o que vou fazer com ela. Não mais tarde, não amanhã, mas agora, neste exato momento. “

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *