Subir de nível / A Nota Diária, Parshat Ki Tisha / Sivan Rahav-Meir:

Restaurantes, eventos, shows. Tudo reabre, lenta e cuidadosamente. A proção da Torá dessa semana é ao mesmo tempo, uma das mais tristes e uma das mais alegres. O pecado do bezerro é contado primeiro. O povo substitui Moisés e a Torá por um bezerro de ouro, por idolatria. Mas depois desse evento difícil, vem a boa notícia: D’us perdoa. Você pode abrir uma nova página e começar de novo, e vamos receber as Tábuas da Lei mais uma vez.

Nossos comentaristas explicam que essa não é uma reprise, mas de uma aliança mais profunda e significativa. Agora, depois da distância, a reaproximação nos leva a um nível superior. A partir de agora sabemos valorizar o que quase perdemos.

Nós também, depois de um ano de distância, estamos tentando tatear o caminho de volta. Mas este não é apenas um retorno ao que era. A reaproximação renovada pode anunciar outras e melhores relações humanas. Ser tocado por um encontro com uma avó, uma oração na sinagoga, o fato de as crianças irem à escola todas as manhãs. Não simplesmente voltar à rotina, mas para subir de nível. Tomara.

Shabat Shalom.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *