Três Tipos de Generosidade

Há comentaristas da Torá que explicam que só a partir desta semana, nessa parashá, saímos da escravidão para a liberdade. Embora já tenhamos saído do Egito, mas na parashá desta semana, as pessoas são convidadas a doar, dar do que é seu para construir o Tabernáculo (Mishkan), e somente quando uma pessoa sai de si mesma e mostra generosidade – ela realmente sai da escravidão para a liberdade.

No famoso livro “Orchot Tzadikim”, cuja identidade do autor é desconhecida, está escrito que existem três tipos de generosidade:

• Generosidade com o dinheiro – saber como canalizar o dinheiro também para caridade, e não apenas para nossas próprias necessidades.

• Generosidade com o corpo – uma pessoa que usa seu corpo para ajudar os outros: vai para as festas dos outros (para alegrá-los) ou vai consolá-los no momento de luto, ajuda-os a mudar de casa ou até sai com outra pessoa para um café, para incentivá-la. Às vezes apenas sorri para o outro e o escuta. A generosidade física não é um algo óbvio, especialmente na era das telas e eletrônicos. É muito mais fácil “cumprir a obrigação” fazendo um Bit (Israel) ou um Pix (no Brasil), doando dinheiro, do que se mexer e fazer alguma coisa fisicamente.

• Generosidade com a sabedoria – este é o nível mais alto. Aconselhe aos outros, compartilhe com eles sua sabedoria e experiência, ensine-lhes a Torá e deixe-os conhecer a si mesmos e sua herança.

A parashat Terumá (“doação”) nos lembra que não é preciso ser rico para doar e não é preciso esperar por oportunidades especiais. A qualquer momento estamos cercados de oportunidades para sermos generosos.

Shabat Shalom!

Visitas totais 52 , Visitas hoje 2 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *